Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




NUDEZ (poesias ressuscitadas)

por EduardoRibeiroAlves, em 20.07.15

luta.jpg

Falsidade môngica,

de corpo cosido ao hábito hipócrito!

Não, não posso desistir de viver, de amar, de lutar,

só porque deixaste cair o hábito...

e à luz do Sol, em vez de santidade,

nudaste as ventas encornadas do diabo...

Apre, te arrenego!

Deus, amigos, mestres, discípulos, homens, pobres, puros, simples...

ajelho e oro convosco, neste combate duro, masturbador de vida!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:21



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D