Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TRIBUNA de EduardoRibeiroAlves

«Daqui manifesto e apregoo a minha opinião, porque... sou LIVRE!»

TRIBUNA de EduardoRibeiroAlves

«Daqui manifesto e apregoo a minha opinião, porque... sou LIVRE!»

VOTOS DE PÁSCOA...

 

 

Perseguido, negado, vendido, humilhado, despido, espancado,

condenado a morte-de-cruz e crucificado entre os ladrões!

Mas... ressuscitou!

Sim, eu creio, eu creio sim! ...

Páscoa duma vintena de séculos depois,

de novos cristos crucificados todos os dias,

por fariseus arrogantes e possantes de cátedras, morros e poleiros,

por outros pilatos lavando manápulas em públicos enraivecidos.

Páscoa dum reino sem reis,

sem bandeiras nem estandartes,

de vassalos crucificados ao desemprego,

à penúria, à revolta, ao desespero,

por banqueiros satisfeitos com governantes-de-olhos-em-bico,

rendidos aos números, à estatística, ao défice, à crise, à austeridade, às troikas,

em universos de podridão, arrogância, orgulho, exibição, trevas, falsidade...

onde se crucificam bons e maus ladrões tudo à mistura,

num calvário enorme de vidas de utopia!

Páscoa de cruzes,

de vias sacras,

de lágrimas,

sangue e suor,

de judas, de verónicas, de chicotes, de coroas de espinhos,

de mestres fustigando com as cordas os novos Vendilhões do Templo,

de cristos carregando madeiros pesados em vidas apontadas ao abismo...

Páscoa dum Mundo mau,

duma Europa má,

dum mau País,

onde nos crucificamos uns aos outros no pão-nosso-de-cada-dia,

onde ninguém nos guarda,

ninguém nos quer,

ninguém nos ama,

ninguém nos ajuda, nos conhece, nos mata a fome, ou nos sacia a sede...

Páscoa dum país sem rumo,

sem esperança,

sem cor,

sem vida ativa,

sem alegria,

sem riqueza,

sem entusiasmo,

sem energia,

com todos sacrificados, penhorados, despojados, crucificados...

Páscoa... em Pátria, de filhos e netos matando a sede na esponja com vinagre,

sem fio de esperança,

sem alma,

sem rumo,

sem luz,

sem razão,

balsamando-se na miragem da terra-prometida, com folares recheados a sonhos de ressurreição...

Páscoa...

sim é uma Páscoa bem diferente desta,

que anseio e que a todos vós desejo:

Páscoa de libertação e vitória sobre a morte,

sobre o pessimismo e o rancor,

Páscoa dum abraço fraterno a Cristo,

Companheiro,

Discípulo,

Camarada,

Herói,

Mestre e Libertador!

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D