Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blog de EduardoRibeiroAlves

«No uso da minha livre opção de escrever com lealdade, gosto, amor e... combate!»

Blog de EduardoRibeiroAlves

«No uso da minha livre opção de escrever com lealdade, gosto, amor e... combate!»

Recordo hoje aqui e agora...

Recordo hoje aqui e agora um post do meu blog... já lá vão uns anos, foi em 24 de Outubro de 2010: 

RSS.jpg

 

Acabei de chegar há poucas horas do XIV Congresso Distrital do Partido Socialista de Vila Real, que decorreu durante todo o dia, no Pavilhão Municipal de Santa Marta de Penaguião. Foi de facto um sucesso: a família socialista reviu-se e sobretudo revigorou-se.

Esclareceram-se muitas questões, foi interessante ouvir as inúmeras intervenções, durante toda a manhã e toda a tarde...Realço sobretudo a Intervenção de Pedro Silva Pereira, que esclareceu o verdadeiro sentido desta "Crise" e as necessárias medidas tomadas e a tomar, de forma a melhor subrevivermos todos a esta crise mundial (a maior dos últimos 80 Anos!!).

Realço também as intervenções de Rui Santos, Presidente da Federação de Vila Real do PS, agora reeleito, primeiro subscritor duma Moção aprovada por unanimidade, cheia de vigor, de esperança para o distrito, de certeza no futuro e sobretudo de muita coragem e determinação.

Ouvi, entendi e admirei a intervenção final do Secretário Geral do Partido e actual Primeiro Ministro de Portugal, José Sócrates: não foi um Sócrates cansado, triste, desanimado, envelhecido, derrotado o que apareceu ali no Congresso, bem pelo contrário, foi um Sócrates fresco, confiante, combativo, decidido, esclarecedor, inteligente e convincente. Gostei imenso (talvez como nunca me tinha ainda acontecido anteriormente) de ouvi-lo e entender as questões económicas e políticas que abordou. Não usou de demagogia, explicou de facto o que se estava a passar e gostei que tivesse afirmado sem qualquer hesitação, que acima do próprio Partido (PS) estava o dever de lutar pelo bem e pelo futuro do país! Surpreendeu-me ainda mais quando referiu que era um previlégio governar um país em tempos de crise!  Entendi. Quero realçar ainda a sua enorme correcção, versus respeito, na maneira como se dirigiu à Oposição, não mencionou o nome de  qualquer Partido da Oposição e muito menos o nome de qualquer um dos seus líderes ou dirigentes políticos. E foi por tudo isto que o ouvi com muito agrado. »

Bem os anos passaram e Sócrates... não morreu e vai voltar! 

 

publicado às 16:37

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D